Nenhum comentário em

Fábrica de Rações da Veneza inicia produção

Para melhor atender as necessidades diárias do produtor rural, a Cooperativa Veneza, por meio da Aplenc (Associação dos Produtores de Leite do Norte Capixaba), começou neste mês de maio a produzir rações que são destinadas para a suplementação alimentar dos animais utilizados na atividade leiteira.
 No local, já está sendo moído o milho, na produção do fubá, além da mistura dos componentes que são utilizados na fabricação das rações: milho, soja e núcleo (mineral). Ao todo, três tipos de rações são fabricados pela Aplenc: 16% de proteína (mais utilizada pelos produtores que trabalham com piquetes), 18% de proteína (geralmente utilizada para bezerras) e com 22% de proteína (tradicional). 
Antes de adquirir a ração, o produtor rural deve se atentar para as orientações passadas pelo técnico que o atende que vai determinar a quantidade ideal de cada tipo de ração para melhor corresponder à produção. 
A inauguração da fábrica marca a realização de um grande sonho da maioria dos produtores de leite. Além de ofertar um produto com mais qualidade, o preço que o produtor rural está pagando está mais baixo do que antes. “A ração é feita à base apenas de milho e soja, sem conter eventuais substitutos. Não existem mais aqueles subprodutos que às vezes são inseridos em algumas rações e é isso que deixa o alimento com maior valor nutritivo. Isso é o que eu considero a maior conquista. O produtor vai perceber o resultado na produção. Além disso, principalmente os que compram em grande quantidade, vão perceber também a diferença no bolso quando forem pagar pelo produto”, disse Júlio Cezar Zanoni, responsável pela produção da Aplenc. 
Para se ter uma ideia, o fubá que antes custava R$35,00 agora custa R$33,90. A ração tradicional caiu de R$40,00 para R$37,82.
Recuperação da Fábrica
A reativação da Fábrica de Rações só foi possível após todo o maquinário que estava parado na sede da Aplenc passar por uma grande reforma de recuperação. Na manutenção, dois silos de 600 toneladas, cada, receberam reforma geral. Os outros equipamentos que passaram por reparos foram elevadores, moinhos, silos dosadores, entre outros. Além disso, foi preciso adquirir uma ensacadora automática. 
A Aplenc percebeu a necessidade de produzir a própria ração devido ao aumento na demanda de pedidos feitos pelos produtores que fornecem leite à Veneza. 
Para iniciar a fabricação da ração, além de reformar todo o maquinário que estava parado no local, a Aplenc fez algumas adaptações na estrutura física onde funciona a sede. Foi necessária a construção de um escritório, banheiros, vestiário, cozinha, refeitório, entre outros. O escritório da Aplenc agora funciona junto à Fábrica de Rações, localizada na rodovia que liga Nova Venécia à São Mateus, na altura do quilômetro nove – proximidades da antiga Frinorte.
Enfocco Asessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *