Bovinocultura de corte com foco em melhores resultados

      Nenhum comentário em Bovinocultura de corte com foco em melhores resultados
Parceria entre Senar-RS, Sindicato Rural de Frederico Westphalen e Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG proporciona assistência técnica a produtores de gado de corte

Com a preocupação constante de contribuir com o desenvolvimento de seus associados, a Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG, em parceria com o Senar-RS e o Sindicato Rural de Frederico Westphalen, apoia o projeto Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), que presta atendimentos às propriedades rurais. Na área de atuação da Cooperativa no Rio Grande do Sul, estão sendo contemplados 29 produtores que trabalham com bovinocultura de corte, dos municípios de Rodeio Bonito, Pinhal, Ametista do Sul, Seberi, Frederico Westphalen, Caiçara, Vista Alegre, Taquaruçu do Sul, Erval Seco, Iraí, Palmitinho, Pinheirinho do Vale, Cristal do Sul e Vicente Dutra, todos no Rio Grande do Sul.

As visitas de orientação aos participantes iniciaram na segunda quinzena de setembro. Cada turma de ATeG será acompanhada por um técnico de campo, com visitas mensais individualizadas, durante 24 meses. Nas oportunidades, serão disseminados conhecimentos e implantadas melhorias conforme as necessidades de cada propriedade. Dentro das atividades realizadas serão feitos o diagnóstico produtivo individualizado, o planejamento estratégico, a adequação tecnológica, a capacitação profissional complementar e a avaliação sistemática de resultados.

O projeto visa prestar consultoria gerencial associada à adequação tecnológica das propriedades, que possam auxiliar o produtor rural a obter melhores resultados técnicos e econômicos na atividade produtiva, priorizando a gestão de forma eficiente. O foco na propriedade é voltado à formação profissional rural – capacitação dos produtores rurais, difusão tecnológica – assistência técnica e gerencial, boas práticas agropecuárias – implantação de diretrizes, empreendedorismo e gestão, disseminação do conhecimento, controle, análise e avaliação de todas as ações previstas pelo projeto.

Fonte: Folha do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *