Consumo e produção de ovos crescem no Brasil

      Nenhum comentário em Consumo e produção de ovos crescem no Brasil

A soma nacional de galinhas poedeiras é de quase 243 milhões de animais, sendo que a maior concentração está na região Sudeste, seguida da região Sul.

O número de galinhas poedeiras no Brasil em 2017 teve um aumento de mais de 11% em relação a 2016. É o que aponta a mais recente pesquisa do IBGE sobre a produção da pecuária brasileira.

A soma nacional de galinhas poedeiras é de quase 243 milhões de animais, sendo que a maior concentração está na região Sudeste, seguida da região Sul.

A alta no consumo da proteína atingiu a quantidade de 192 unidades por brasileiro a cada ano, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O índice é o maior já registrado na história do setor. Não é difícil de entender o motivo. O ovo é um produto barato, nutritivo e fácil de se preparar.

Entretanto, a criação das galinhas poedeiras com o uso de gaiolas ainda é maioria nos sítios e fazendas. O consumidor tem mudado o seu perfil diante da criação dos animais. Essas mudanças já estão fazendo efeito. Em 2017, 17 empresas brasileiras colocaram o bem-estar animal como prioridade, conforme o ranking Business Benchmark on Farm Animal Welfare (BBFAW). Mas ainda há muito para evoluir.

São os consumidores que ditam o rumo do mercado. Quem tem o bem-estar animal como prioridade na hora de comprar ovo lá no supermercado quer saber como as galinhas poedeiras foram tratadas. Só o produtor que estiver atento a esse novo perfil de consumidor é que vai sair na conquista de novos negócios. Além disso, ele precisa ficar de olho nos posicionamentos das grandes empresas, que estão assumindo compromissos com o bem-estar animal.

Diante deste contexto, o sistema cage-free – que prevê a criação de galinhas poedeiras livres de gaiolas é uma tendência que vem ganhando adesão no mundo todo. Tanto das empresas, quanto dos consumidores.

Fonte: Avicultura Industrial

Deixe uma resposta