Custos de produção de frangos e suínos ficam estáveis em abril

Custos de produção de frangos e suínos ficam estáveis em abril

Os custos de produção de frangos e suínos ficaram praticamente estáveis em abril na comparação com março, segundo índices calculados pela Central de Inteligência de Aves e Suínos (CIAS), da Embrapa Suínos e Aves de Concórdia (SC), e divulgados na sexta-feira (15).
O custo do frango medido pelo ICPFrango/Embrapa teve uma redução de 0,15% ante março, a 174,92 pontos, o que ainda é alto quando comparado com o último quadrimestre do ano passado, segundo o analista da área de socioeconomia e responsável pelos índices de custos de produção no site da CIAS, Ari Jarbas Sandi.
“Embora o preço dos componentes da ração, como milho e farelo de soja, apontem para queda no valor de mercado durante os próximos meses, outros insumos como a mão de obra deverão sofrer reajustes durante os próximos dois meses, o que certamente manterá o índice de custo próximo dos patamares atuais”, disse Jarbas Sandi em áudio disponibilizado pela Embrapa.
Já o ICPSuíno/Embrapa teve queda de 0,42%, a 176,39 pontos. Reajustes em custos de mão de obra einvestimentos fixos em instalações e equipamentos também devem manter o índice de custo de suínos perto dos patamares atuais ao longo do ano.
Em março, ambos os índices tinham registrado fortes altas, influenciados principalmente por elevação nos gastos com nutrição de animais.
O ICPFrango/Embrapa é referente aos custos de produção no Paraná, maior produtor de frangos do país, para o aviário do tipo climatizado em pressão positiva, modelo referencial de produção. Já o ICPSuíno/Embrapa é obtido a partir de resultados de custos da produção de suínos em sistema do tipo “ciclo completo” em Santa Catarina, maior produtor nacional.
Fonte:  Embrapa Suínos e Aveshttp://www.aviculturaindustrial.com.br/noticia/custos-de-producao-de-frangos-e-suinos-ficam-estaveis-em-abril/20150518085743_b_559

Deixe uma resposta