Em parceria com a Empresa Vetfarma a Tectron realizou workshop

Desafios Nutricionais na Pecuária de Leite”

O setor pecuário compartilha de grande preocupação com a produção leiteira na busca por tecnologias e assistência técnica nutricional que possibilitem amenizar os problemas causadores dos baixos rendimentos.

Em razão da bovinocultura demandar investimentos e conhecimento das necessidades nutricionais de cada tipo de rebanho, bovino de leite e bovino de corte, necessitam de administração intensa com o uso das melhores tecnologias em nutrição animal, a fim de otimizar a produção.

Essa situação levou a Tectron em parceria com a Empresa Vetfarma, no mês de dezembro, a realizar em Toledo, workshop voltado à discussão com clientes e produtores do setor sobre os principais desafios nutricionais da pecuária produtora de leite, já que a Tectron desenvolve e fabrica produtos que auxiliam no aumento, evolução e otimização da produção bovina e assistência técnica no campo na busca por melhores resultados dos clientes.

Segundo a Assistente Técnica Comercial da Tectron e também palestrante, Juliana R Pereira, doutoranda em nutrição de ruminantes, esse tipo de fórum deixa o produtor confiante que a Tectron conta com produtos de qualidade que possuem tecnologias capazes de proporcionar solução dos desafios da nutrição e saúde animal, com apoio técnico caminhando lado a lado com o cliente.

“É importante divulgar as novas soluções para os problemas relacionados à nutrição, presentes rotineiramente na produção de leite, os quais podem ser solucionados através do uso das tecnologias Tectron”, frisou Juliana.

Juliana destacou ainda os produtos de alta performance da nova linha Protec e Keypro destinada a bovinos de leite, com eficácia comprovada em  casos iguais e semelhantes aos discutidos e apresentados durante o workshop.

Para conhecer mais sobre os produtos, consulte um profissional da Tectron.

A Tectron, como empresa, traz na sua promessa de marca o comprometimento na busca por melhores resultados para produção de proteínas animais.

Fonte: Tectron

 

Deixe uma resposta