Frango sobe 28% em junho e valorização supera outras carnes

Aumento do frango é um dos reflexos da normalização das atividades, após a paralisação dos caminhoneiros, ocorrida no final de maio

Os preços da carne de frango resfriada até a última semana de junho subiram fortes 27,9% frente ao mês anterior, segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP.

A valorização do frango, afirma o Cepea, é maior do que o observado para as principais carnes concorrentes, bovina e suína, que se valorizaram 4,5% (carcaça casada bovina – Grande São Paulo) e 20,8% (carcaça especial suína – Grande SP), respectivamente.

Segundo pesquisadores do Cepea, as cotações das principais proteínas de origem animal, que, ao longo de 2018, vinham apresentando reduções sucessivas, registraram certa recuperação em junho. Esse aumento, dentre outros fatores, é um dos reflexos da normalização das atividades, após a paralisação dos caminhoneiros, ocorrida no final de maio.

Fonte: Avicultura Industrial

Deixe uma resposta