Jhones Sarturi: produtos regionais ajudam produtor no confinamento animal

Um dos locais que faz parte do roteiro é a Texas Tech University, Descrita pelo autor James A. Michener como “a mais bonita do oeste do Mississippi até chegar em Stanford”, a Texas Tech University (TTU) é uma grande universidade, escola de direito e escola médica.

Localizada em Lubbock no condado de South Plains do Texas Ocidental, o campus no estilo Renascentista Espanhol do campus inclui doze faculdades e escolas que oferecem mais de 120 cursos de pós-graduação, 66 de doutorado e 67 de especialização.

A viagem contará também com uma visita a um confinamento da universidade, que conta com o Burnett Center for Beef Cattle Research and Instruction, que é um recurso importante para a indústria de confinamento do Texas e oferece benefícios educacionais significativos aos alunos do Departamento de Ciência Animal e de Alimentos da Tech.

Construído principalmente por meio da generosidade de presentes privados e complementado por impostos ad valorem, representa um investimento significativo dos cidadãos da Texas Tech e do Texas na indústria de confinamento economicamente importante do estado. Foi concluído em 1984.

As autoridades observam que significativos benefícios educacionais foram obtidos do centro, em grande parte como resultado de oportunidades para estudantes de graduação e pós-graduação observarem e estarem envolvidos em pesquisas em andamento.

As principais áreas de pesquisa incluíram:
• Fatores que afetam o crescimento dos animais e a composição da carcaça;
• Avaliação das exigências nutricionais de bovinos de corte;
• Processamento de grãos e volumosos.

Esforços futuros incluem ênfase adicional nos sistemas de manejo de alimentos para melhorar a eficiência e a sustentabilidade (econômica e ambiental) da produção de gado e das interações nutrição/saúde em bovinos de corte.

O centro possui uma fábrica de ração controlada por computador e um confinamento experimental de gado de última geração. O complexo de fábricas de ração consiste em dois prédios principais adjacentes. O primeiro foi construído em 1976 e foi projetado para facilitar a produção de dietas totalmente concentradas e totalmente concentradas. Em seguida, uma planta de mistura de três níveis, operada por computador foi concluída em 1984.

É uma instalação totalmente automatizada de pré-mistura e mistura em lote que atende ao confinamento de pesquisa. Ele foi projetado para fornecer flexibilidade máxima no número de diferentes formulações de dieta que poderiam ser produzidas em qualquer período de tempo único.

O complexo da fábrica de ração foi projetado para obter alta precisão e precisão na pesagem, no manejo e no processamento de ingredientes e rações, na pré-mistura, mistura e entrega de dietas, e para acomodar aulas e treinamento prático individual.

Enquanto isso, o confinamento do centro foi projetado para maximizar a flexibilidade experimental, fornecer controle adequado e fornecer replicação suficiente. A instalação possui 114 currais com uma capacidade de quatro a oito animais por curral.

Se quiser participar da seleção para participar da viagem, clique no link abaixo:

==> LINK: http://www.beefpoint.com.br/viagemtexas

Mini-curso com Jhones Sarturi

Um dos professores da Texas Tech University é o brasileiro,
Jhones Sarturi, que dará aos participantes da Viagem Técnica do BeefPoint um mini-curso sobre nutrição animal.

Confira uma entrevista feita com ele em recente participação em um evento no Brasil, feita pelo Jornal O Estado:

Qual é a importância da nutrição animal no resultado de confinamento?

Professor Jhones – “Existem vários pontos no setor produtivo que são importantes, a nutrição animal está diretamente relacionada com os nutrientes que os animais vão consumir e a resposta do desemprenho animal. Com uma nutrição adequada e o uso de tecnologia é fundamental que não se haja isoladamente. Boas praticas de manejo e genética é que formam um conjunto que é fundamental para que o animal tenha uma boa resposta e o produtor a lucratividade esperada”.

Qual é o diferencial positivo do processamento de grãos, que foi inclusive um dos temas de sua palestra em Campo Grande?

Professor Jhones – “A ideia geral e exatamente essa a ideia do meu time de pesquisa no Texas, é como utilizar de uma forma mais eficiente os nutrientes que os ingredientes podem oferecer aos animais, processando o grão, por exemplo, o milho, a gente aumenta a quantidade de nutrientes que tá disponível naquele ingrediente para o animal poder utilizar. Então, pode alimentar os animais sem o processamento de grãos sem aumentar essa eficiência de utilização dos nutrientes? Sim, pode. Mas, o que podemos nós fazer para aumentar a eficiência do setor produtivo é um dos objetivos da minha pesquisa e eu dei ótimas ideias para os produtores, para que eles conheçam o que eles podem fazer, não só copiar as ideias que vem da universidade e do time de pesquisa que eu tenho trabalhado, mas também que eles consigam utilizar os princípios e as oportunidades do que eu venho investigando nos Estados Unidos, aqui no Brasil também. Sem copiar nenhuma ideia, mas adaptando as oportunidades que a gente tem observado”.

Quando falamos de alimentos alternativos para os animais, o que está sendo confinado, tratamos exatamente de que tipo de alimentos?

Professor Jhones – “A ideia de produtos alternativos é buscar localmente ingredientes, fontes de nutrientes, que é uma forma diferente de pensar, não é só o ingrediente, por exemplo, o milho. São fontes de nutrientes alternativas, o que se tem localmente e como se pode utilizar esses produtos locais que são geralmente regionalizados. Alguns acabam se tornando bem populares e a procura acaba se tornando nacional, porém o foco é o que se tem disponível no país ou no estado, localmente que podem serem utilizados na nutrição animal. Então, dar exemplos sobre os produtos da indústria do etanol, que é algo que está crescendo muito aqui no estado e no Brasil também e de como utiliza, e a melhor forma de consorciar a utilização desses produtos da indústria do etanol, com os grãos e com o processamento de grãos também”.

Que outras características importantes destacaria nesse contexto?

Professor Jhones – “Um contexto interessante é que não existe um fator único, isolado que representa 100% do resultado final. A nutrição é importante, a genética é importante, a sanidade do rebanho é importante, ter boas práticas de comercialização desses animais tanto na compra, como na venda também são importantes.

Na verdade, no final, para uma atividade ter sucesso e ser uma atividade sustentável, é preciso uma combinação de vários fatores, mas claro, jamais esquecendo o respeito e a dedicação que os produtores rurais têm com o bem-estar animal e a produção de produtos de qualidade que é a carne bovina”, finaliza.

Se você se interessou por essa incrível visita, que contará com um mini-curso exclusivo, aproveite que estamos fazendo uma seleção para reunir um grupo incrível de pessoas para essa Viagem Técnica.

==> LINK: http://www.beefpoint.com.br/viagemtexas

Fonte: Beef Point

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *