Milho tem leve recuperação em Chicago nesta quarta após dois dias de baixa

Os preços internacionais do milho abrem a quarta-feira (27) apresentando leves altas na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registram valorizações entre 1,25 e 1,50 pontos por volta das 09h04 (horário de Brasília).

O vencimento março/19 era cotado a US$ 3,67, o maio/19 valia US$ 3,77 e o julho/19 era negociado por US$ 3,85.

Segundo informações da Agência Reuters, o milho tem leves altas após fechar em baixa no pregão de ontem seguindo a tendência do trigo, que atingiu seu menor valor nos últimos 10 meses na terça-feira.

“O trigo está recebendo algum apoio na compra de barganhas após sua queda de cerca de 10% desde o início de fevereiro. Já a soja e o milho, estão à deriva à medida que o mercado aguarda mais detalhes sobre as negociações comerciais dos Estados Unidos e China”, disse Michael Magdovitz, analista sênior de commodities agrícolas do Rabobank.

Os comerciantes em Chicago estão procurando novas notícias sobre as negociações para acabar com a guerra comercial entre as duas potências. Donald Trump disse na segunda-feira que estava otimista de que um acordo final poderia ser alcançado, mas até o momento nada de concreto foi realizado.

“Os mercados de soja estão aguardando mais detalhes sobre o próximo estágio das negociações na guerra comercial entre os EUA e a China. Também houve relatos de que a China prometeu comprar 10 milhões de toneladas de soja dos EUA, mas o mercado ainda está à espera de sinais de que essas compras realmente foram feitas”, disse Magdovitz.

Confira como fechou o mercado na última terça-feira:

>> Milho cai até 4,25 pontos nesta terça e atinge nível mais baixo desde novembro na Bolsa de Chicago

Deixe uma resposta