Ministério da Pesca deve liberar recursos para ampliar projeto de piscicultura em RR

Ministério da Pesca deve liberar recursos para ampliar projeto de piscicultura em RR
Com o repasse do MPA serão implantadas no total 168 unidades produtivas de tambaqui
A confirmação da liberação dos recurso ocorreu durante audiência no Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA)
O ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, confirmou nesta terça-feira (04) que serão liberados recursos para investir na implantação do projeto de piscicultura em Alto Alegre, Caracaraí, São João da Baliza e Normandia. Serão aproximadamente R$ 5 milhões oriundos de emendas individuais do deputado federal Edio Lopes (PMDB/RR) para beneficiar pequenos produtores e comunidades indígenas do interior de Roraima.

A confirmação veio durante audiência no Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) que também teve a presença do diretor de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura em Estabelecimentos Rurais e Áreas Urbanas, João Crescêncio e o coordenador-geral de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura Continental em Estabelecimentos Rurais, Jackson Pinelli.

Com o repasse do MPA serão implantadas no total 168 unidades produtivas de tambaquis com objetivo de beneficiar 60 produtores na região do Paredão (Alto Alegre), 15 em Caracaraí e 51 em São João da Baliza, além de comunidades indígenas da Raposa Serra do Sol, em Normandia. Os recursos serão liberados assim que as prefeituras depositarem nas contas dos convênios os valores referentes a contrapartida.

Para Edio Lopes, o investimento na piscicultura no estado significa mais desenvolvimento para o interior. “Estou satisfeito com a prioridade e a atenção que o Ministro da Pesca tem dado as nossas demandas em Roraima. Esse é um projeto que além garantir o reforço na segurança alimentar, também contribui para a movimentação da economia nos municípios. Agora devemos aguardar os depósitos do valor da contrapartida pelas prefeituras para que o MPA efetue a liberação dos recursos”, frisou.

Edio Lopes destacou que o ministro Helder Barbalho conhece pessoalmente o projeto de piscicultura em Roraima, o que contribui para ampliação em outras regiões do estado. “Em maio Helder Barbalho esteve no estado para conhecer o polo piloto do projeto na comunidade do Guariba. Foi importante o ministro conhecer e ver de perto os benefícios que a piscicultura está trazendo ao interior do estado. É uma produção de grande quantidade de peixe que poderá abastecer os municípios envolvidos e o mercado em Roraima como um todo”, disse Lopes.

Com a liberação dos recursos pelo MPA, serão custeadas a construção de tanques de 3.000m² para a criação dos peixes, a aquisição de insumos, alevinos e ração, além da capacitação e a assistência técnica continuada dos produtores. No projeto de Normandia, que irá atender comunidades indígenas da Raposa Serra do Sol da região do Baixo Cotingo, em cada polo de produção serão construídos seis tanques de 3.000m² e um tanque de 6.000m², a exemplo do que está acontecendo no projeto para indígenas do município de Amajarí.

Municípios – Valores da Emenda

Alto Alegre – R$ 1.680.000,00

Caracaraí – R$ 406.000,00

São João da Baliza – R$ 1.570.000,00

Normandia – R$ 1.323.900,00


http://www.bvnews.com.br/noticia.php?intNotID=6419

Deixe uma resposta