O sucesso começa aos 40

      Nenhum comentário em O sucesso começa aos 40

“Estudo mostra como é equivocada a percepção de que juventude é a característica fundamental para empresas de alto crescimento”

Christof STACHE / AFP
Bill Gates tinha 20 anos de idade ao fundar a Microsoft, mas a companhia só atingiu o pico quando ele tinha 40Christof STACHE / AFP

Por Alfredo Fedrizzi, jornalista e consultor

Observadores e investidores acreditam que os jovens são fundamentais para criar empresas de sucesso, mas empreendedores bem-sucedidos estão na meia idade. Assim começa um estudo do Massachussets Institute of Technology (MIT). Os pesquisadores Pierre Azoulay, Daniel Kim, Javier Miranda e Benjamin Jones analisaram dados de 2,7 milhões de pessoas que abriram negócios entre 2007 e 2014 nos EUA. A descoberta derruba hipóteses que apontam a juventude como vital nessa questão, em um momento em que pesquisadores, formuladores de políticas e empresários buscam entender as características dos criadores de empresas de sucesso.

As evidências mostram que as maiores taxas de empresas que fecham têm fundadores com menos de 30 anos. Menos de 1% das startups de alta performance tem como fundador um empreendedor na faixa dos 20. Os jovens são cognitivamente mais perspicazes, menos distraídos por responsabilidades familiares, mais capazes de ideias transformadoras em tecnologia e inovação, além de mais energia e originalidade. Mas o empreendedor mais velho tem mais acesso aos recursos necessários, como relacionamentos, contatos e capacidade financeira. Os jovens podem não ter experiência em administração, gerenciamento de operações, marketing/vendas, recursos humanos, cultura, conhecimento das necessidades do cliente, restrições regulatórias ou oportunidades estratégicas.

Segundo o estudo, todas as evidências sugerem que empreendedores bem-sucedidos começaram um negócio a partir da meia-idade, enquanto os jovens ficam em desvantagem. “Não encontramos evidências de que fundadores na faixa dos 20 anos têm mais chance de sucesso. Os números mostram que a chance de sucesso de um empreendedor praticamente dobra se o negócio começa depois dos 30 anos”, diz Daniel Kim. A pesquisa vale também para as gigantes do Vale do Silício, como Apple, Microsoft, Google e Amazon.

Steve Jobs tinha 21 anos quando fundou a Apple, mas passou a ganhar dinheiro com 48 anos. Bill Gates tinha 20 ao fundar a Microsoft, mas a companhia só atingiu o pico quando ele tinha 40. Larry Page e Sergey Brin tinham 25 quando fundaram o Google, mas o auge da valorização veio quando eles tinham 36 anos. O sucesso para Jeff Bezos chegou aos 46. A experiência faz toda a diferença para o sucesso. Empreendedores que tiveram um emprego na mesma área de suas startups se mostraram 125% mais bem-sucedidos.

“Você pode ter uma grande ideia, mas talvez não tenha as qualificações ideais ou a experiência para fazer a ideia acontecer. Pense em uma carreira como opção temporária, não como caminho absoluto”, sugere Kim. Esse estudo mostra como é equivocada a percepção de que juventude é a característica fundamental para empresas de alto crescimento.

Fonte: Gauchazh

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *