Piscicultura alcançou 529,6 mil toneladas em 2019

      Nenhum comentário em Piscicultura alcançou 529,6 mil toneladas em 2019

A piscicultura brasileira alcançou 529,6 mil toneladas em 2019, um crescimento de 1,7% em relação a 2018. Os dados são da Produção da Pecuária Municipal 2019, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com alta de 4,8% na produção em relação ao ano anterior, a região Sul manteve a liderança do setor, concentrando 32,9% da piscicultura nacional. O Paraná manteve o topo do ranking estadual, sendo responsável por 23,9% do total nacional.

O principal município produtor foi Nova Aurora, no Paraná, seguido por Morada Nova de Minas (Minas Gerais), Ariquemes (Rondônia) e Toledo (Paraná). A produção conjunta dos quatro municípios alcançou quase 10,0% do total nacional. Considerando a produção dos 10 maiores municípios criadores, a soma corresponde a 19,8% do total de peixes cultivados no País.

A tilápia ainda é a principal espécie produzida, com 323,7 mil toneladas, ou 61,1% do total. A produção da espécie cresceu 3,5%, em termos quantitativos, em relação ao ano anterior. A criação está concentrada, principalmente, nas Regiões Sul e Sudeste, responsáveis juntas por 72,5% do volume nacional. Os municípios de Nova Aurora (Paraná) e Morada Nova de Minas (Minas Gerais) lideraram as produções municipais, tanto de peixes como de tilápia.

O tambaqui foi a segunda espécie mais produzida em 2019, com 101,1 mil toneladas, 19,1% do total da piscicultura brasileira. A espécie é destaque na Região Norte, com 73,2 mil toneladas, o equivalente a 72,4% do total nacional. O Estado de Rondônia é responsável por 40,1 mil toneladas. Maranhão tem participação de 11,0%, enquanto Roraima responde por outros 10,6%. Os três Estados respondem por 61,2% do volume nacional da espécie. Entre os municípios, Ariquemes (Rondônia) manteve a liderança, seguido por Amajari (Roraima), Cujubim (Rondônia), Almas (Tocantins) e Paragominas (Pará).

Camarão – Em 2019, o País criou 54,3 mil toneladas de camarão em cativeiro, um volume 18,8% maior que o do ano anterior. A carcinicultura é liderada pela região Nordeste, que respondeu por 99,6% do total nacional após um aumento de 19,0% na produção ante 2018. Os destaques foram os desempenhos do Rio Grande do Norte e Ceará, com 38,2% e 30,8% do volume total, respectivamente.

Entre os 169 municípios com criação de camarão em 2019, Pendências (Rio Grande do Norte), liderou o ranking nacional, seguido por Aracati (Ceará), Canguaretama (Rio Grande do Norte) e Arês (Rio Grande do Norte).

Fonte: Noticias Agrícolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *