Produtividade: por que planejar a semana é o grande segredo?

Você já teve a sensação de que o tempo está passando mais depressa? Será que as horas estão mais curtas? E você se sente culpado por não conseguir realizar todas as tarefas? Tudo isso pode ser resolvido com uma única ação: planejar.

A maioria das pessoas não pensa em períodos de tempo maiores, mantendo só a perspectiva do imediato. Isso não só as leva a fazer muitas coisas desnecessárias como também lhes dá a sensação de ter coisas demais para fazer. Tudo isso poderia ser equilibrado com uma visão das coisas em maior prazo.

O que se deve planejar, então? O mês? O ano? Nem um nem outro – o mais eficaz é planejar a semana. Se, ao lidar só com o imediato, a pessoa não sabe dizer o que é importante, uma perspectiva anual (ou mesmo mensal) fica tão longe que a pessoa não sabe se aquilo realmente vai acontecer. Um planejamento semanal, diferentemente, permite à pessoa escolher com segurança entre as diversas atividades que se apresentam a ele, porque consegue entender o que tem mais peso entre todas e também pode antecipar os resultados que cada atividade trará.

As melhores práticas de gestão de tempo de quem vive de bem com o relógio são apoiadas em um grande nível de autoconhecimento. São associadas a pessoas que sabem o que querem da vida e que dão mais atenção a isso.

Se você não dá conta de todas as suas atividades, a primeira coisa a fazer é jogar a culpa no lixo e a segundo é fazer uma reflexão em nome do autoconhecimento: quais são os seus papéis vitais (na família, nos estudos, na comunidade etc.)? Planejando-se com base nesses papéis – e pensando sobre o que quer deixar de legado em cada um deles –, vai ficar mais fácil planejar a semana.

Um aspecto importante também é fazer filtros. Hoje nós produzimos tanta informação no mundo que se uma pessoa estiver aberta a tudo, querendo se “alimentar” de toda essa informação, ela vai, sem dúvida, ter indigestão. Até ferramentas tecnológicas, que deveriam facilitar nosso dia-a-dia, têm de ser filtradas disciplinadamente.

Fonte: administradores.com.br

Deixe uma resposta