Projeto que proíbe carne às segundas será barrado pelo governo

Aprovado pela Assembleia Legislativa de São Paulo, proposta não vai receber aval do governador Geraldo Alckmin

André Rodrigues/Gazeta do PovoA decisão dos deputados paulistas provocou uma forte reação do setor agropecuário. | André Rodrigues/Gazeta do PovoA decisão dos deputados paulistas provocou uma forte reação do setor agropecuário.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) vai vetar o projeto de lei 87/2016, que institui o programa “Segunda Sem Carne” em restaurantes e refeitórios de órgãos públicos de São Paulo, segundo sua assessoria.

O secretário relata que o governo tinha dificuldades para obter os votos necessários à aprovação do Orçamento de 2018 e de outras propostas do Executivo na última sessão da Assembleia Legislativa, na quarta-feira (27), mas que o governo iria “trabalhar” para vetar o projeto.O projeto, do deputado Feliciano Filho, do PSC de São Paulo, gerou polêmica. O secretário de Agricultura de São Paulo, Arnaldo Jardim, admitiu que deputados governistas cederam a pressões para aprovar o projeto que retira produtos com carne do cardápio desses estabelecimentos às segundas-feiras. O comentário foi enviado a representantes do setor rural pelo WhatsApp.

A decisão dos deputados paulistas provocou uma forte reação do setor agropecuário. Várias entidades se manifestaram contra e cobraram o veto de Alckmin.

Aprovado pela Assembleia Legislativa de São Paulo na última semana, o projeto defende que a pecuária geraria impactos ambientais e sofrimento animal.

Fonte: Gazeta do Povo

Deixe uma resposta