Quanto custa manter um cachorro?

      Nenhum comentário em Quanto custa manter um cachorro?

Gastos podem chegar ao valor de um carro zero!

Quem tem cachorro em casa sabe que além de muito amor e atenção, o bicho também precisa de comida e cuidados especiais. Mas afinal, você já parou para pensar o quanto gasta com seu pet? O educador financeiro do Canal 1 Bilhão, Fabrizio Gueratto, fez esta conta e revela que uma família de classe média pode desembolsar até R$ 66 mil ao longo de 10 anos, tempo médio de vida de um cão de porte médio.

+ Leia mais: Bolinha azul ou vermelha? Afinal, que cores seu cachorro enxerga?

Segundo o educador financeiro, este valor inclui despesas mensais com ração (cerca de R$ 135), banho (R$ 90), antipulgas (R$ 90), acessórios (R$ 70), entre outros gastos extras, como hospedagem em hotel para pets, que somadas podem chegar ao preço de um carro zero.

“Deve-se levar em conta o prazer e a satisfação que um animal de estimação proporciona. Isso é incalculável. Entretanto, é preciso saber antes o gasto que terá ao adquirir. É como comprar um carro. Além do automóvel, você terá custo de manutenção, IPVA, seguro e o risco de gastos extras”, explica.

+ Leia mais:  10 curiosidades sobre seu cachorro, que você nem imaginava!

info cachorro

Planeje-se

Com 132 milhões de animais, o Brasil é hoje o 3° maior mercado pet do mundo com o movimento anual de R$ 25 bilhões em produtos e serviços. “Existe um comportamento crescente de pessoas que estão deixando de ter filhos e acabam suprindo esta questão emocional com cães e gatos. Porém, muitas acreditam que basta comprar ração e o problema está resolvido. Não imaginam que custa muito. É preciso saber exatamente o gasto que terão com seu pet para não abandonar depois”, alerta Gueratto.

Por isto, se você pensa em ter um cachorro, verifique se sua família tem condições emocionais e financeiras para manter o pet. É claro que é possível dar uma boa vida ao animal gastando menos do que R$ 500 mensais, mas os custos envolvidos devem ser calculados e considerados, para que o bicho tenha comida, banho, assistência veterinária e os cuidados adequados. Pensando nisto e se organizando, é só escolher “seu melhor amigo de quatro patas” e curtir bons anos companheirismo e afeto ao lado dele, afinal um amor verdadeiro como este não tem preço!

Quer contar uma história com seu pet, sugerir um tema ou publicar a foto de um animal disponível para adoção? Escreva para gente: animal@tribunadoparana.com.br

Fonte: Tribuna PR

Deixe uma resposta