Quem somos?

      Nenhum comentário em Quem somos?

“Somos o que fazemos, mas somos, principalmente, o que fazemos para mudar o que somos.” Eduardo Galeano.

Como não parar para refletir depois de ler essa frase?

Levamos a vida sem muitos questionamentos, sem muitas reflexões porque parar para pensar sobre isso seria como mexer em um vespeiro.

Temos sonhos, lembranças e a realidade que bate à nossa porta todos os dias é quem nos sacode para vida.

Vivemos em um mundo de competição, de busca por necessidades básicas, primárias. Passamos a nos importar em ter mais, fazer mais, do que ser mais.

Isso é errado?

Acho que nada é errado desde que estejamos conscientes de nossas ações.

Somos constantemente colocados à prova. A vida nos exige muito e precisamos estar preparados para tanta cobrança.

Seria utópico eu dizer relaxa, vamos deixar as coisas acontecerem, despreocupar, ainda nessa época de tantas incertezas.

Quando agimos conscientemente as coisas se resolvem de forma coerente. Mas precisamos agir, estamos no jogo, não vamos trapacear, mas vamos jogar com todas as regras que forem postas e também com muita estratégia.

A verdade é que somos humanos, temos sentimentos, temos reações. Precisamos educar os sentimentos e controlar as reações que muitas vezes interferem nas estratégias.

Existe dentro de cada um de nós um manancial de vida que ajuda em nossa transformação. Nos conhecer dirige nossa realização.

Precisamos buscar sempre o desconhecido, novos caminhos, o que já é conhecido já foi vencido.

Não podemos perder a capacidade de nos interessarmos. Interessar é sinônimo de importar, esforçar, competir, relacionar, preocupar, respeitar.

Acredito que a partir do momento que fugimos desses sentimentos, dessas vontades, desses interesses precisamos parar e refletir melhor sobre quem somos e como podemos mudar para que possamos nos entregar a essa vida que é única.

Um grande abraço.

Márcia Resende

Deixe uma resposta