Saiba qual ração escolher para o seu cão

      Nenhum comentário em Saiba qual ração escolher para o seu cão

Os cachorros possuem necessidades específicas para cada raça, porte, problemas de saúde, fases da vida, entre outros. O mercado de rações oferece cada vez mais produtos que conseguem se adaptar às demandas, mas ainda muitas dúvidas são geradas.

Descubra a melhor ração para o seu pet – Foto: Imagem de Mat Coulton por Pixabay

Por isso, a Petland elencou algumas variações no mundo alimentício dos pets para ajudar os tutores na escolha. Confira:

Tipos de Ração:

Seca: exercita a mastigação e colabora para que não haja engasgos ao deglutir. Tem todos os nutrientes que seu cão precisa.

Úmida: utilizada como petisco, mas pode também ser utilizada em animais que apresentem dificuldade na mastigação ou não estão com tanto apetite por conta da condição. A maioria não tem o total dos nutrientes necessários diariamente.

Congeladas: opção completa em nutrientes para alimentação diária. Por ser congelada, também não possui conservantes.

Petiscos: não se enquadra na alimentação completa, mas são palatáveis e ajudam, inclusive, no adestramento ou como recompensa para boas atitudes.

Outras necessidades para rações

Porte: são importantes por conterem alguns nutrientes específicos baseados nas necessidades do tamanho do animal, além de especificidade na dimensão do grão da ração. Por exemplo, um cão de grande porte precisa de um grão maior para não engasgar.

Fases da vida: em cada fase da vida do animal, dividida em filhote, adulto e senil, há uma necessidade de nutriente específica. As rações para filhotes são mais calóricas e ricas em gordura e proteína, por exemplo.

Castrados: cachorros castrados têm a função hormonal modificada, por isso, muitas vezes podem apresentar aumento de apetite. As rações com essa especificidade são ricas em proteínas e fibras e menos calóricas.

Raças específicas: essas rações vêm com suplementos e composições que agreguem determinada raça. Por exemplo, o Golden, por seu porte, pode desenvolver problemas de articulação, por isso, algumas composições específicas trazem em sua formulação condroitina e glucosamina para evitar ou suavizar essas questões. Outro exemplo são os cães com focinhos curtos como o Buldogue Francês. Para eles há grãos com formato diferenciado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *