Toledo tem o maior rebanho de suínos e é destaque na piscicultura

 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgou na última quinta-feira (15), a Pesquisa Pecuária Municipal (PPM), referente ao ano de 2019. A pesquisa coloca o município de Toledo como o maior efetivo de suínos do país e o 4º maior no ramo da piscicultura.

O rebanho de suínos em Toledo é de 1.172.400, ocupando a primeira colocação nacional seguido por Rio Verde-GO, com um efetivo de 700 mil suínos. O setor é o mais importante e pujante da área agropecuária no município, representando 41,60% do Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP).

Segundo os dados preliminares da Secretaria da Agricultura e Abastecimento (Seab), somente no ano de 2019 o setor de suínos movimentou R$ 1.118.674.877,74, sendo um dos principais fatores para a manutenção da cidade de Toledo na liderança do VBP no Paraná.

Precisa comprar ou reformar sua lavadora ou geladeira em Toledo? Conheça a S.O.S Lavadoras    Solicite orçamento

O presidente do Sindicato Rural de Toledo, Nelson Paludo, destaca a relevância do resultado para o município. “O setor de suínos é o mais forte e pujante de nossa agropecuária e é muito representativo para nós ver que isso vem se mantendo ano após ano”.

Nelson Paludo valoriza os resultados destacados pelo IBGE e ressalta que o setor tem tudo para continuar crescendo em Toledo. “A nossa cidade é muito forte na suinocultura e tem tudo para continuar crescendo. A Frimesa está instalando um novo frigorífico na região e com certeza contribuirá enormemente para o avanço do setor, que também conta com o apoio irrestrito do setor público e de todas as empresas do ramo”.

No Brasil o rebanho de suínos sofreu uma redução de 1,6% no ano de 2019, atingindo a marca de 40,6 milhões de cabeças. A notícia boa ficou para o aumento no número de fêmeas, que apresentou crescimento pelo terceiro ano consecutivo, alcançando a marca de 4,8 milhões e uma alta de 0,5% em relação ao último ano.

Piscicultura

Toledo também obteve grande destaque no setor de piscicultura, aparecendo como o 4º maior efetivo do país, com 9.682.400 peixes. A área tem obtido enorme crescimento nos últimos anos e já aparece como uma das principais fontes de renda da agropecuária local.

“A piscicultura é um setor que está crescendo a cada ano na cidade de Toledo e os resultados têm sido muito satisfatórios. Isso nos alegra muito, pois trata-se de um setor em expansão e agora com a chegada de empresas como a Copacol, que é a maior produtora de tilápias da América Latina só tende a evoluir ainda mais”, destacou, Nelson Paludo.

Em 2019 a criação de peixes em cativeiro (piscicultura), avançou 1,7% no Brasil, totalizando 529 mil toneladas, com destaque para o Paraná, que foi o responsável por 23,9% deste montante. O município paranaense de Nova Aurora aparece na liderança com uma produção 17.376.319, tendo a tilápia como destaque com 61,1% deste total.

Por fim Nelson Paludo destaca a relevância da suinocultura e piscicultura para o município e principalmente para os pequenos produtores. “Os setores de piscicultura e suinocultura movimentam o nosso agronegócio e toda a nossa economia, gerando vários empregos em todo o processo de criação destes animais. Esses setores ainda se destacam pela importância para os pequenos produtores, pois não dependem do clima e garantem maior estabilidade a eles”, encerrou, o presidente do Sindicato Rural de Toledo.

| Foto: Divulgação |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *