Universidades trazem cursos voltados a cães, gatos e outros animais de estimação

Não é segredo para ninguém que quase todas as pessoas do mundo amam cães, gatos e qualquer outro tipo de animal doméstico. O que nem todo mundo sabe é que a paixão pelos bichos pode ser tão grande a ponto de universidades oferecerem cursos focados para trabalhar com esses animais de alguma maneira.

Para os amantes dos animais de estimação, existem cursos especializados na saúde dos pequenos, que são considerados parte de muitas famílias. Os cursos podem ser de graduação ou pós-graduação.

A graduação de Medicina Veterinária aborda os cuidados de animais domésticos e de pequeno porte. O veterinário pode trabalhar em mais de 80 áreas diversas, de acordo com o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV).

E é claro que uma dessas áreas de especialidades pode ser tratar de animais de pequeno porte, como gatinhos, cachorrinhos, hamsters e aquela sua iguana que você chama de filha.

Medicina Veterinária com Foco em Animais de Pequeno Porte

A coordenadora do curso, Adriana Ramos Moura*, diz que o curso foca nos cuidados de animais de pequeno porte, apesar de não exclusivamente. São três semestres da graduação que trabalham com esse tipo de animal, como cães e gatos.

“Estes semestres totalmente voltados para pequenos animais contabilizam mais horas do que uma pós-graduação. Mas também é importante que o aluno tenha outras matérias que estudam outros bichos, como os silvestres ou ornamentais, por exemplo”, conta a coordenadora.

A grade curricular do curso também traz aulas de anatomia, nutrição animal, estudo de doenças, animais silvestres, bovinos, aves e, inclusive, noções de empreendedorismo e marketing, que pode ser importante para quem pretende ter uma clínica própria.

Ortopedia em Cães, Gatos e Pets Exóticos

Para os veterinários já formados que buscam uma pós-graduação, existem especializações que focam no trabalho com animais de estimação. Esse é o caso da Universidade Paranaense (Unipar), que possui diversos cursos com esse perfil.

Um deles, diferencial para o currículo de um veterinário, é “Ortopedia em Cães, Gatos e Pets Exóticos“. O curso capacita os profissionais a atuarem na área da Ortopedia voltada para esses animais, disciplina que nem sempre está nas grades das graduações.

Os estudantes ainda contam com a possibilidade de colocar em prática os conhecimentos, com aulas que acontecem no Hospital Veterinário no campi de Umuarama da Unipar, que atende animais domésticos e silvestres de pequeno e grande porte há mais de 20 anos.

As disciplinas do curso passam por Acupuntura e Tratamentos Paliativos, Amputações, Anatomia óssea, Biologia e consolidação óssea, Cirurgias articulares, Farmacologia aplicada à Ortopedia, Fisioterapia, Imobilizações e bandagens, Paciente Ortopédico Felino e Radiologia voltada à Ortopedia.

Além dessa pós-graduação, a Unipar possui outros cursos de especialização na área, como “Clínica e Reprodução de Bovinos“, “Clínica de Animais de Estimação” e “Dermatologia em Cães, Gatos e Pets Exóticos“.

 

Universitários começam cedo a atender em hospitais

Nos hospitais, os alunos aproveitam a estrutura para praticar e se preparar para exercerem a veterinária no futuro.

“Atualmente vemos que os tutores de animais investem o que for preciso, tanto em prevenção quanto em tratamentos curativos, para que seus mascotes possam levar uma vida saudável”, comenta Gian Lourenço Augusto, professor de Medicina Veterinária na Unipar.

Quanto ganha um veterinário?

Na Unipar, o hospital veterinário disponibiliza recursos que colaboram com o aprendizado prático dos estudantes. Segundo Gian, a estrutura facilita a realização de um trabalho de alto nível técnico e seguro para os animais. “O melhor é que temos tecnologia para isso e médicos veterinários cada vez mais interessados em se especializarem”.

Já a Aclivepa possui quatro hospitais veterinários em São Paulo. Neles, estudantes da graduação começam a lidar com a profissão nas aulas práticas.

“Nossa faculdade fica no mesmo prédio de um desses hospitais. Só nesse local são atendidos mais de 300 bichinhos por dia, então o estudante consegue ter um contato direto com a rotina veterinária desde o início da faculdade, o que é muito importante para sua formação”, diz Adriana.

O Hospital Anclivepa aceita estudantes após um processo de realização de prova e análise curricular. O período de aprendizado no hospital pode variar entre um e dois anos dependendo da área. É possível atuar com Clínica Médica de Pequenos Animais, Clínica Cirúrgica de Pequenos Animais, Anestesiologia de Pequenos Animais e Diagnóstico por Imagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *