Passeio Virtual VI – Extrusão

      Nenhum comentário em Passeio Virtual VI – Extrusão

Eng. Rafael Resende Silva

Olá Pessoal, estou trazendo para vocês mais um super vídeo de passeio virtual, agora vamos iniciar com o processo de extrusão.

A linha de extrusão vem ganhando cada vez mais adeptos , principalmente na ração pet que ano após ano, vem batendo recordes de produção e de consumo. Hoje o Brasil já se consolida nas primeiras colocações no mundo entre os países que mais faturam no setor.

Mas para que isso aconteça as empresas produtoras de ração pet e peixe, precisam conhecer bem o equipamento na qual estão operando.

Por experiência próprio posso garantir que cada máquina tem um jeito especial de operar, por mais que seja da mesma empresa, sempre haverá um parâmetro que irá funcionar somente na sua extrusora da empresa na qual você esta trabalhando atualmente.

Digo isso, pois, já operei maquinas fabricas no Brasil, China e Suíça, e por incrível que parece sempre havia um detalhe para incrementar durante o processo, seja ele adição de água ou vapor, redução ou aceleração de  pré-condicionador, rosca principal ou de alimentação.

E isso só possível se você conhece bem o processo e você precisa literalmente conversar com a máquina. Para entender o que ela precisa. Abaixo segue um complemento que escrevi há um tempo atrás que pode ajudar vocês a entender o conceito de conversar com a máquina.

Você sabe ouvir suas máquinas?

Nesse vídeo estou comentando com vocês a importância de se ter dois silos de alimentação da extrusora para poder agilizar os tramites de troca de produção, as posições corretas para a entrada de vapor e de água.

Uma dica de ouro que não comentei no vídeo mas que é um problema recorrente em várias fábricas por onde passo. Observe a chaminé do seu pré condicionador e monitore a quantidade de vapor que está saindo.

Cada equipamento tem um som específico que vai te dizer como está o “humor” dela e o que ela precisa para desempenhar um bom trabalho. E a extrusora é o equipamento que melhor define esse texto acima, foram horas e horas ao lado delas entendendo o que cada uma delas precisava.

Nesse ponto do texto quero abrir um espaço para dar os parabéns ao pessoal de manutenção e aos operadores que tem essa paciência e dedicação para poder deixar a fábrica sempre em funcionamento. Realmente não é fácil e demanda muita dedicação e tempo.

Espero que apreciem mais esse vídeo, aos pouco estamos finalizando um modulo básico, apresentando os equipamentos, posicionamento, dentro do processo produtivo, para que futuro seja possível fazer vídeos mais técnicos.

Obrigado pelos acessos e comentários.

Um forte abraço !

Eng. Rafael Resende Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *