Passeio Virtual VI – Como ganhar dinheiro controlando a umidade

Eng. Rafael Resende Silva

Um dos grandes desafios de qualquer setor da produção de alimentos é o controle da atividade de água e da umidade, esses são dois pontos distantes um do outro mas que buscam um mesmo objetivo que é o de manter o produto com uma boa qualidade.

Para entender melhor a questão de produto podemos classificar o produto em 3 tipos diferentes:

  • Alimento seco: é o alimento para cães que possui no máximo 12% de umidade. Esse tipo de ração tem como principal benefício ser muito fácil de armazenar e conservar, além de ser uma escova de dentes perfeita para o cão, tornando muito difícil acumular tártaro se a dieta for baseada principalmente nesse tipo de alimento.
  • Alimento semi secoé aquele que contém aproximadamente 23% de umidade. É o menos comum, mas fornece ao animal o melhor dos dois mundos, pois garante uma dieta equilibrada, não é tão propenso a desenvolver tártaro quanto o úmido e tem uma aceitação muito boa por parte dos animais de estimação.
  • Alimento úmido: contém até 80% de umidade em sua composição e é aquele alimento que pode ser comprado enlatado em supermercados. Uma vez aberto deve ser consumido em cerca de três dias. A maior vantagem desse tipo de alimento é que os cães os adoram, além de serem muito fáceis de ingerir.

umidade de um alimento está relacionada com sua estabilidade, qualidade e composição, elementos que podem afetar as características do produto durante a estocagem, a embalagem e o processamento.

Basicamente temos no mercado hoje somente produtos Secos e enlatados, os semi secos minoria hoje, e o ultimo produto semi seco que me lembro de ter no mercado era a ração “Frolic” que ainda é possível ser comprar mas não tem tanta propaganda como antigamente.

Esse controle de umidade é fácil de ser feito, pois, essa água não esta ligada ao produto, por isso chamamos ela de água livre, e por isso facilmente conseguimos fazer a sua retirada

Enquanto o teor de umidade simplesmente define a quantidade de água nos alimentos e ingredientes, a atividade de água, em termos práticos, é a água do alimento que vai reagir com microrganismos (e também participar de outras reações, como as enzimáticas). Quanto mais elevada for a atividade da água, mais rápido os microrganismos (como bactérias, leveduras e bolores) serão capazes de crescer; logo a importância da Aw está na sua relação com a conservação dos alimentos.

Trocando em miúdos a explicação acima, Atividade de água é um tipo de água que temos nos alimentos que está ligado a algum outro componente do alimento e para você retirar esse excesso ou diminuir a porcentagem dele, requer uma energia maior do que para a retirada de umidade.

Até algum tempo atrás era difícil perceber  que o processo estava com problema, cada análise demorava em torno de 15 a 20 minutos e até o resultado sair, muito produto poderia ter sido ensacado e posteriormente era segregado levando a um desperdício de matéria prima, tempo e embalagens.

Hoje já temos sensores que fazem essa leitura em segundos e te proporciona uma leitura on line, quando o sistema não é automatizado  o operador consegue tomar as devidas providencias de forma mais rápida reduzindo o desperdício e o retrabalho.

Dentre as tomadas decisões em uma situação com alta umidade as principais são:

1 – Aumento de temperatura do Secador;

2 – Diminuir velocidade de esteira para  aumentar o tempo de residência no secador;

3 – Aumentar a velocidade de esteira para  reduzir o tamanho da cama de produto sobre a esteira

4 – Reduzir produção na extrusora;

5 – Controle de abertura dos Dampers para controlar a quantidade de ar quente e vapor d’agua dentro do secador.

Abaixo segue dois vídeos curtos na qual é feito essa coleta de dados.

SENSOR DE UMIDADE E ATIVIDADE DE ÁGUA – 1

SENSOR DE UMIDADE E ATIVIDADE DE ÁGUA – 2

Como mencionei no vídeo o texto abaixo faz um apanhado sobre todos os secadores que temos no mercado e traz também alguns comparativos de consumo, na qual é possui identificar qual é mais vantajoso em cada região do Brasil.

SECADOR ROTATIVO OU DE ESTEIRA? GÁS, VAPOR OU MICROONDAS? E COMO AUTOMATIZA- LOS

O fato de se controlar a umidade com maestria e ter todos os equipamentos da fábrica atendendo ao seu comando faz com que o empresário possa tirar uma ração com maior densidade, reduzindo o volume na embalagem e consequente mente produzindo mais no final.

Isso é feito com todos os equipamentos na fábrica de ração isso até pouco tempo não era visto como investimento, o foco era ter maquinas com umidade muito baixo e não ter que se preocupar no futuro com alguma possiblidade de retorno.

Na minha opinião, o Sensor não descarta a análise em bancada, o que pode acontecer é que quando tudo estiver mais organizado e configurado, o numero de testes irá cair drasticamente, ao ponto de ser realizar de 1 ou analise por dia, quando hoje retiramos uma amostra a cada 1 m.

Bom pessoal é isso vou ficando por aqui, espero que tenham gostado,

Não se esqueçam de salvar e compartilhar nossas informações.

 

Eng. Rafael Resende Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *